O que eu tenho costurado

Apesar de ter me apaixonado completamente pela costura, devo admitir que as produções andam, como diria Lulu Santos, a passos de formiga e sem vontade. Tá, vontade até tem, e muita. Já comprei diversos tecidos, viés, apetrechos, agulhas, linhas. Separei já alguns tutoriais e moldes e tenho um milhão de projetos na cabeça. Mas, quando chego em casa de noite e cansada, toda a vontade se esvai. Não consigo ter forças para pensar em tirar as coisas que estão na mesa, desenhar e cortar os moldes, costurar, descosturar… porque, sim, eu quase sempre erro algo e tenho que refazer.

 

No dia seguinte saio de casa triste por, novamente, ter perdido uma noite apenas mexendo no celular, talvez lendo, o que não é uma perda, claro, mas é algo que posso e faço no metrô. 

 

Mas enfim, nem tudo são lágrimas e tenhos alguns poucos projetos para dividir por aqui. Um deles fiz com tecidos lindos que minha amiga Paulinha me deu de aniversário. Peguei na internet um tutorial de capa de almofada sem zíper e adaptei, pois o tutorial pedia 1 metro de tecido, mas eu só tinha pedaços de 50 centímetros. Na verdade isso foi ótimo pois fiz cada lado com uma estampa e ainda tive que quebrar um pouco a cabeça para adaptar à minha possibilidade e isso foi um ótimo exercício.

 

No fim, a bonitinha da almofada ficou assim:

 

A frente.
A frente.

 

almofada2
A parte de trás, que tem um “fechamento” parecido com o de uma fronha.

 

O que gostei é que as cores dos tecidos se complementam e como são de algodão, a almofada ficou super confortável. O tutorial original que usei foi esse aqui.

 

Já no curso de saias que estou fazendo a história foi a seguinte: ele tem quatro aulas e a ideia é fazer uma saia por aula. Mas a lesa aqui quase sempre demora mais que uma aula pra fazer e nem sempre consegue terminar a peça sozinha sem orientação. Além disso, tive que faltar uma aula e ainda não consegui marcar a reposição. Resultado: não acabei uma das saias e a outra sequer comecei. 

 

Mas as duas que eu terminei me deixaram bastante feliz. Uma até já usei:

 

saia1
Foto tosca, mas é a única que eu tenho. Juro que um dia vou investir na parte fotográfica do blog!

 

saia 2
Essa saia peplum tem zíper invisível e ficou bem bonita. Fiquei super orgulhosa dela!

 

O molde dessa segunda saia é ótimo porque ele também serve para uma saia tubinho, basta não fazer o babado. 

 

Postar as peças aqui no blog pode não agradar gregos e troianos, mas me ajuda a manter em mente que eu preciso me mexer e me dedicar mais. Ah, quanto ao curso de saias, assim que eu conseguir repor a aula que falta, volto aqui para dar meu parecer, assim como fiz com o curso iniciante

 

 

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *