Norte de Aruba: Arashi Beach e Farol Califórnia

Quando fechamos a viagem para Aruba pensei mais em ficar quietinha, descansando, sem muita exploração. Era isso que precisávamos para nos recuperar de um ano de planejamento e economia intensos. Mas, quando foi chegando lá pro meio da viagem, foi dando aquele siricutico de quem quer aproveitar mais, sempre mais, as viagens que faz. Foi assim que decidimos ir até o California Lighthouse e depois descer para a Arashi Beach.

Até tentei achar um tour que fizesse algumas praias, mas não achei nenhum que eu curtisse muito então resolvemos nos aventurar de táxi mesmo. Acabou sendo um passeio meio rápido e logo abaixo você vai descobrir porque.

California Lighthouse

Confesso que minha ideia inicial era primeiro ir à praia e depois ir apé até o Farol Califórnia, mas o taxista Rudi nos mostrou que o caminho a pé era meio impossível pois teríamos que ultrapassar uma vegetação cheia de espinhos. Assim, combinamos com ele de pararmos rapidamente no farol para tirarmos algumas fotos enquanto ele nos esperava e, em seguida, iríamos até Arashi Beach. Acontece que achei o táxi bem carinho em Aruba e no fim me senti um pouco pressionada a apressar nossa parada. Decidimos inclusive nem subir no farol já que custava U$8,00, mais o que isso adicionaria no valor do táxi que nos esperava.

De qualquer forma, esse farol, que foi renovado recentemente, é um ponto turístico bem conhecido na ilha então achei que valeu a pena a passadinha mesmo que fosse apenas para algumas fotos, que devem ficar ainda mais bonitas lá de cima, pois o Califonia Lighthouse promete belas vistas panorâmicas. Esse nome, por sinal, foi dado por conta do naufrágio de um navio chamado S. S. California, que ocorreu na costa próxima de onde o farol seria construído posteriormente, em 1910.

California Lighthouse.

Lendo um pouco a respeito do farol, vi que o melhor momento do dia para visitá-lo é ao pôr-do-sol e fiquei bem curiosa para ver o sol sumindo lá de cima. Deve ser mesmo lindo. Quem sabe um dia?

Arashi Beach

Entre tantas praias famosas na ilha (dentre as quais a maioria não teríamos tempo de conhecer ), escolhi a Arashi não só por ser próxima ao Farol Califórnia, mas também por ser um bom ponto para fazer snorkel.

Chegando lá tentamos achar uma sombra nos bangalôs públicos que a praia tem, mas estavam todos ocupados. Enquanto eu estendia a toalha na areia o Bruno foi até a barraquinha que tinha no fundo da praia perguntar sobre aluguel de óculos e pés de pato. Cada um custava U$10,00 por pessoa e as cadeiras U$7,00 cada, ou seja,  se alugássemos um de cada para os dois, gastaríamos U$54,00, o que achamos caro. Doeu ainda mais pensar que no hotel tínhamos tudo isso incluso, apesar de, claro, lá não ser um ponto tão interessante de snorkeling. Acabamos então não alugando nada e ficamos só tomando sol e banho de mar. Pouco tempo depois minha pressão começou a cair e fomos tentar pelo menos dividir a sombra de um dos bangalôs com outros turistas, coisa que eu já havia lido ser comum por ali. O Bruno começou a ficar entediado e frustrado por pensar que estávamos trocando toda a estrutura já paga do resort por uma praia onde mal tínhamos sombra e na qual qualquer coisa nos custaria consideráveis dólares extras.

Arashi Beach.
Amiguinho inesperado na praia de Arashi.
Bangalôs públicos na Arashi Beach. Não estranhe se um desconhecido chegar para dividi-lo com você.

Havíamos combinado com o Rudi de nos buscar em três horas mas, por sorte, ele deixou o cartão dele com o pessoal da lanchonete que tem na entrada da praia. Uma hora após chegarmos, fui até a lanchonete e um moço gentilmente ligou para o taxista vir nos buscar. Como ele estava ocupado mandou um amigo, que chegou em pouco tempo.

Espero que após esse depoimento você não ache que a praia de Arashi não vale a visita. Vale sim! Ela é super bonita e deve ser muito boa mesmo para fazer snorkeling, pois vários turistas estavam com óculos na água. Além disso, ela tem lanchonete, estacionamento e uma bela vista para o farol. Mas, nós simplesmente não viramos nossa chavinha do all inclusive. Se eu já tivesse ido para lá disposta a gastar um pouco mais, acho que a experiência teria sido outra. No final das contas gastamos U$15,00 de táxi na ida (incluindo a parada no farol) e mais U$12,00 na volta. Mas, pelo menos conheci outra praia e fiquei bem feliz com isso!

Mel no mundo e no California Lighthouse em Aruba.

 

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *