New York 9 | Roteiro de 6 dias

Aleluia! Sim, chegamos finalmente ao derradeiro post sobre minha já distante viagem a Nova York.

Aqui, vou compartilhar uma sugestão de roteiro de 6 dias para quem quer ver as principais atrações. Esse é um roteiro bem próximo do que fiz, com algumas adaptações que hoje eu faria. Claro que cada viajante pode e deve meter a colher nele, escolhendo os passeios que quer ou não fazer, analisando a questão tempo tendo em mente o local de sua hospedagem, que tomara seja um pouco diferente da minha, e também que dia começa a viagem, pois é necessário ver que dias da semana as atrações estão abertas e em quais dias fecham.

Mas, acho que esse é um bom ponto inicial e, para meu objetivo especificamente, achei que fui muito feliz ao montar esse roteiro, pois consegui cumpri-lo quase totalmente e sem afobação. Lembre-se que a maior parte dos locais previstos nele estão comentados ao longo dos posts que publiquei aqui, então basta caçar na busca do blog para saber mais.

Abaixo faço um breve resumo do dia a dia e, no final do post, diponibilizo uma versão simples em PDF para quem quiser baixar e talvez imprimir. Então, boa viagem!


DIA 1

Neste primeiro dia, caso tenho comprado o New York Pass, sugiro buscá-lo logo cedo. Se quiser, pode antes dar uma passadinha na Carlos Bakery da 42th Station. Com o NYP em mãos, siga para o Madame Tussauds e, de lá, para o tour a pé guiado à Broadway, lembrando que esse passeio deve ser agendado antes. Já que está ali próximo a Times Square, almoce no delicioso Bubba Gump. A tarde dê uma passada para babar na lojinha do MoMa, antes de subir, pelo menos uma hora antes do pôr-do-sol, até o Top of The Rock, mirante do Rockfeller Center. Após ver a cidade se iluminando e tirar muitas fotos, desça e faça uma parada para saborear os famosos cupcakes da Magnolia Bakery. Se quiser comprar algo na Apple ou simplesmente visitar sua loja mais famosa, vá pela 5th Avenue, passando na frente da lindíssima St. Patrick’s Cathedral. Você já vai estar meio moído a essa altura, mas ainda tem muito pela frente nos próximos dias. Coma algo no caminho para o local onde está hospedado e descanse. Eu, pessoalmente, fui de pizza. :)

Como eu não agendei o passeio guiado da Broadway, com o tempo que ganhei acabei invertendo e passando na Apple antes de subir ao Rockfeller. Essa então é uma segunda opção para o dia.

New York Dia 1

DIA 2

Dia de turistar level hard. Levante cedo e, depois do café da manhã, siga até o Battery Park para evitar muita fila ao ingressar no barco que o levará até a Estátua da Liberdade. Desça na Liberty Island e tire fotos não só da estátua, mas também do sul da ilha de Manhattan. Na volta, você decide se desce ou não em Ellis Island. Eu não desci. De volta ao parque, aproveite para economizar dólares comendo um tradicional dog de carrinho e siga andando até o distrito financeiro. Lá, além da Bolsa de Valores procure a Trinity Church, que se espreme de maneira curiosa no bequinho ao lado. Passe pelo Charging Bull, o touro de Wall Street e segure seus chifres ou testículos para uma foto. A tradição diz que isso traz sorte financeira, mas aviso para fazê-lo por sua conta e risco: para mim teve efeito contrário, rs.

Ainda caminhando, siga para o 9/11 Memorial e visite o interessante museu se tiver tempo. O One World Trade Center, erguido “no lugar” das Torres Gêmeas tem também um mirante com uma interação que promete, mas não consegui visitar. Caso tenha comprado ingressos para a Broadway, como eu, volte para o hotel para se arrumar, faça uma refeição rápida e siga para o abrir de cortinas. Ao final do espetáculo, tome um drink no Hard Rock Café se for dos meus. E por dos meus, quero dizer: dos que gostam de visitar os Hard Rocks do mundo.

New York Dia 2

DIA 3

Se, como eu, você tiver comprado um New York Pass de 3 dias, esse é a última chance de aproveitá-lo. Então, não perca tempo e evite filas chegando cedo no Empire State Bulding para ter outra visão da cidade, agora de dia. Se quiser, caminhe até a Grand Central Terminal para fotos e, no caminho, pode também passar pela belíssima Public Library. Se tiver conseguido marcar com antecedência, utilize o NYP para fazer um tour guiado de bike pelo Central Park. Se não conseguir, como eu, pode experimentar o famoso hambúrguer do Burguer Joint ou passar por lá rapidinho antes do passeio e torcer para não ter fila demais. Se ainda não tiver tido oportunidade para vistar as lojas famosas em volta da Times Square como a M&M’s World e a Disney Store, essa é uma boa chance. Como eu tinha um jantar mais chiquetoso no fim da noite, voltei ao hotel para me arrumar e fui correndo para chegar a tempo de curtir uma última atração do New York Pass: o Harbour Lights Cruise, um passeio de barco em volta do sul de Manhattan feito ao cair da noite. Mesmo no frio, e a uma certa distância, voltamos a pé à Times Square para jantar no restaurante giratório The View. Encerramos a noite noivos passeando pela Times Square, tirando fotos.

Nova York Dia 3

DIA 4

Como se você já não tivesse andado o suficiente até aqui, que tal caminhar toda a extensão do High Line Park? Garanto que vale. Aí você volta um pouco e desce na saída próxima ao Chelsea Market para conhecer o lugar e quem sabe já almoçar. Aí dê aquela volta no delicioso bairro e siga para o West Village. Se for fã de séries como eu, pode dar uma passada na frente do prédio de Friends e da Carrie de Sex and the City. Aí você pode almoçar no charmosinho Claudette, curtir um tempo no Washington Square Park ouvindo uns músicos de rua e seguir para bater perna no SoHo. Nesse dia, passei ainda na loja de tecido Moods e depois seguimos para ver um jogo de basquete no Madison Square Garden. Caso não tenha ingressos para o dia, terminar a noite comendo uma pizza no Eataly não é nada mal. Indico a Capricciosa.

Nova York Dia 4

DIA 5

Quem sabe o dólar baixou e você decide fazer umas compras no outlet Jersey Gardens, em New Jersey? Você pode alugar um carro ou, se não for comprar muito, como nós, pegar um ônibus na estação Port Authority. Você deve voltar cansado. Melhor então deixar as compras no hotel e fazer um esforço para ir até um Shake Shack comer o maravilhoso Shake Stack. Nhami!

Shake shack

Dia 6

Dia conhecer a Brooklyn Bridge. Se quiser economizar tempo, e pernas, vá de metrô até o Brooklyn e volte caminhando pela ponte. Mas, antes: gordice! Por favor, passe na Levain Bakery e pegue um Cookie clássico. Simplesmente o melhor. Você vai gastar as calorias caminhando na ponte. Se for no inverno, ainda pode arriscar umas patinadas na pista de gelo do Rockfeller Center. É mais fácil que parece, mas também muito mais cansativo do que imaginava. Depois, vá onde ainda não deu tempo, volte onde quiser ou simplesmente curta um tempo livre assim: livre.

Nova York Dia 6

Bom, caso tenha curtido meu roteiro, ou pelo menos partes dele, eu preparei um PDF simples dele que você pode acessar e imprimir:

PDF New York | Roteiro 6 dias | Hastagcool

Além disso, fiz um mapa que mostra onde estão os principais pontos do roteiro divididos por dia. Isso facilita a ver a distância entre uma atração e outra o que ajuda na decisão do que de fato será visto na viagem e o que é melhor deixar para a próxima.

Espero que tenham gostado dos meus relatos. Eu sei que eles são enormes e às vezes detalhados demais, mas eu pessoalmente quando leio um blog antes de embarcar, gosto de ver essas minucias.

New York, I miss you!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *