New York 7 | Mais atrações

Quem está em Nova York pela primeira vez e gosta de turistar como eu, ou seja, ver as atrações mais básicas e famosas da cidade, já deve ter passado por este post aqui.

Mas, mesmo com o tempo curto que tive na cidade, consegui fazer bastante coisa além do básico do básico. Para o post de atrações não ficar gigante, resolvi separar o assunto em duas postagens: aquele primeiro, com os locais que eu julgo que são imperdíveis, e esse agora que classifico mais como: vá se der. Detalhe é que muitos dessas atrações são meio básicas também, mas não são indispensáveis na minha opinião e por isso vieram parar aqui.

Estou dando um gás nos posts de NYC e estamos, juro, nos encaminhando para os assuntos finais. Acredito que escreverei mais dois ou três textos sobre o assunto e finalmente desencalho o blog dessa viagem que foi maravilhosa, mas já está ficando meia velha no quesito assunto, rs.

Mas enquanto isso….

Madame Tussauds

O famoso museu de cera tem uma unidade em Nova York e, como eu nunca havia ido em nenhum Madame Tussauds, quis conhecer mesmo o Bruno tendo me dito que não era tudo isso. Não sei se, ainda assim minha expectativa era um pouco alta, ou se o de NYC não é tão legal quanto outros, mas eu achei apenas OK. Como estava incluso no New York Pass e era perto das atrações do primeiro dia, achei que foi legal ter ido para matar a curiosidade, mas esse é típico lugar no qual eu não voltaria. Não me arrependi de ter entrado, até porque não pegamos fila nenhuma, mas entrar uma vez na vida, por mim está de bom tamanho.

Não resisti a tirar uma foto com meu grupo preferido da adolescência.
Não resisti a tirar uma foto com meu grupo preferido da adolescência.

Grand Central Terminal

Típica visita fotográfica, essa estação é legal por ser bem grandiosa. Além de ter um valor histórico, é a mais movimentada do país. E o melhor: é uma visita rápida, que dificilmente vai atrapalhar o roteiro.

grand central

Public Library

Eu sempre quis conhecer essa biblioteca que todos diziam ser muito bonita, ainda mais depois do filme de Sex and the City, no qual a Carrie e o Big quase se casam lá. Mas, por conta do tempo curto, não a coloquei no roteiro. Para minha agradável surpresa um dia estávamos andando em direção ao Grand Central Terminal quando, tchanam: a biblioteca aparece em meu caminho majestosa, linda e com free wi-fi, rs. Entramos, demos uma volta, batemos fotos e eu saí feliz da vida com esse maravilhoso acidente que só NYC pode proporcionar.

public library

Harbour Lights Cruise

Outro passeio que quis aproveitar por estar incluso no New York Pass, o Harbour Lights Cruise é um passeio de barco que sai ao pôr-do-sol e dá a volta pelo sul da ilha de Manhattan. Achei legal pois dá uma visão noturna e de fora da ilha. Passamos um belo frio, pois não chegamos tão cedo e acabamos ficando na área aberta do barco, mas foi uma delícia. Achei uma experiência diferente que valeu muito a pena. Um começo perfeito para uma noite que acabaria no The View com um pedido de casamento lindo. Dá saudade só de lembrar.

Harbour Lights Cruise

Madison Square Garden

Quando compramos a passagem e começamos a pesquisar as atrações de Nova York, eu descobri que teria jogo do New York Knicks contra o Boston Celtics no Madison Square Garden, justo quando estaríamos lá. Era pre-season e não NBA mesmo, mas de qualquer forma, seria uma oportunidade bastante única. Mas, quando fui comprar: fué, ingressos esgotados. Comentei com o Bruno e ele se empolgou tanto com a ideia que descobriu ingressos à venda em um desses sites em que pessoas que desistiram de comparecer vendem suas entradas, o StubHub. Com um pouco de medo compramos, por $77,00, duas entradas para um lugar meio distante mas com boa visão e lá fomos nós. Os ingressos, que seriam impressos mesmo, só ficaram disponíveis quando já estávamos em NYC o que nos deixou um pouco tensos. Mas deu tudo certo e eles foram liberados a tempo. Pagamos para o pessoal do hostel imprimir para nós e curtimos o jogo com direito a pretzel e cerveja. Adorei ter ido. O Madison Square Garden é lindo e o jogo, mesmo não valendo muito, foi um show. Achei uma experiência e tanto. Valeu demais a pena!

madison square garden

Wall Street Charging Bull

Sabe aqueles links da internet que mostram locais famosos como as pessoas pensam que são (vazios e prontos para ótimas fotos) e como eles são mesmo (lotados e impossíveis de serem fotografados sem ninguém)? Bom, o touro de Wall Street, que na realidade se chama Charging Bull, é assim. Como estava nos planos andar por aquela região em um dos dias passamos por lá e lutamos um pouco para tirar a famosa foto colocando a mão nos testículos do touro. Dizem que isso traz prosperidade e dinheiro. Eu, pessoalmente, tenho minhas dúvidas quanto a isso, já que assim que voltei dessa viagem fui demitida em mais um corte que minha então agência sofreu por conta da crise, o que abriu um grande buraco nas minhas finanças mensais, hahahaha! (Rir para não chorar, né?).

De qualquer forma, gostei de ter visto o touro ao vivo e curti conhecer o distrito financeiro de Nova York.

wall street

Imagino que cada pessoa que vá a NYC deve ter itens a acrescentar nessa lista de atrações não básicas, mas muito legais na cidade. Se você é uma delas, sinta-se a vontade para comentar aqui no post. :)

 

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *