A Mesa Como Ela É: Paulinha

Depois de uma certa seca de mesas por aqui, eis o retorno triunfal da categoria. :)

 

Hoje é a vez da Paulinha, amiga que tem coleção de havaianas e que desde que eu a conheço tem um estilo muito próprio. Das minhas amigas acho que é a que eu nunca sofro para dar presente. Sempre consigo encontrar algo que tem acho que vai ser a cara dela! A mesa da Paulinha me impressionou por ter muita coisinha fofa e conseguir, mesmo assim, ser arrumadinha. Coisa de quem trabalha em empresa e não em agência, eu imagino. Rs.

 

“Visão geral da mesa”

 

“Aqui, juntamos todos os esmaltes das meninas do andar para compartilhar nos dias de manicure.”

 

“Kit mãos”

 

“Uma gueixa da sorte”

 

“Boo, o cachorro mais fofo do mundo. Cada dia ele fica na mesa de uma das meninas da área. Presente do chefe para uma equipe feminina.”

 

“Tulipas de pano para enfeitar a mesa.”

 

A ideia do clube do esmalte eu achei simplesmente genial. Eu adoro comprar esmalte, mas como não gosto de repetir sempre a mesma cor, acaba que o vidrinho perde a validade muito antes de eu chegar perto de terminá-lo. Isso de cada menina contribuir com as cores que quiser é demais, pois todo mundo tem variedade sem ter que jogar fora um monte de frasco cheio como eu acabo fazendo todos os anos.

 

O cachorro Boo é uma fofura, mas o que eu mais amei mesmo foram as tulipas de pano. Não só por elas serem lindinhas, mas porque eu sei que é a flor preferida da Paulinha. ;)

 

Valeu, Pá! Adorei sua mesa fofa e organizada. (Será que é assim no dia-a-dia mesmo ou foi só para os cliques, hein? rs)

 

As fotos foram feitas pela própria Paulinha e eu coloquei o filtro Amaro do Instragram.

 
Continue Reading

A Mesa Como Ela É: Ale

Finalmente um pouco de testosterona no blog! rs. Hoje temos a primeira mesa de menino por aqui. O Ale (ou Japa como chamamos) trabalha no planejamento aqui da agência e foi intimado por mim e pela Sô para dividir a mesa dele que é cheia de coisas legais. O Ale é super detalhista e a mesa dele mostra bem isso. Como ele é um planejamento com passado de diretor de arte, ele tem um ótimo senso estético e conseguiu transformar uma das piores mesas da agência (já que ele fica bem de frente para uma parede) em um lugar bem agradável.

 

Bom, vou deixar o Ale mesmo apresentar a mesa. ;)

 

“Uma coisa que minha experiência como diretor de arte (antes de me tornar planejamento) me proporcionou foi entender a importância da combinação e harmonia de cores.  Algo que sempre utilizo nas minhas apresentações de planejamento, que utilizei para decorar minha a casa e que também, de uma forma até inconsciente, trouxe para minha mesa de trabalho. Frescura ou toque, essas regras de combinação sempre ajudam a deixar o ambiente mais agradável.  (pelo menos pra mim. rs).”

 

“É sempre bom lembrar que o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal é importante.”

 

“O espaço é um problema no lugar onde trabalho. Por isso, coloquei o gabinete do computador (que antes estava embaixo da mesa) atrás do monitor. Desta forma consigo aproveitar o próprio gabinete como uma prateleira, e ocupar um espaço ‘morto’ que ficava atrás do monitor. Em cima do gabinete deixo uma lembrança que um colega e grande amigo trouxe de sua viagem à Natal, um potinho de sal grosso pra afastar as energias negativas (mais estético do que superstição), a caneca com lápis e dois carrinhos que refletem a minha admiração pelos anos 60: o surgimento do rock ‘n’ roll, as bandas das quais sou fã (Rolling Stones, Beatles, Creedence…), a inocência, os protestos, e revolução que o mundo todo estava vivendo.”

 

“Quem trabalha em agência sabe que sair no horário é algo que poucas vezes acontece. Por isso duas coisas que o publicitário precisa ter são: 1) Número de telefone de pizzarias  2) alguma coisa guardada na gaveta pra comer. Como não tenho gaveta em minha mesa, uma solução que encontrei para não deixar tudo espalhado na mesa foi fazer o kit emergência para hora-extra e para as tardes de fome.”

 

“Para não esquecer de beber água, sempre deixo uma moringa com água na mesa.  Faço parte de um comitê de sustentabilidade da agência e na época em que a agência estava tomando algumas atitudes sustentáveis, entre elas, o incentivo para que seus funcionários deixassem de utilizar copos descartáveis, resolvi comprar esses copos de cerâmica que imitam copos descartáveis para tomar água (verde) e para tomar café (branco).”

 

“Na mesa também deixo uma garrafa da Coca-Cola Argentina com uma embalagem promocional que comprei de uma loja de colecionadores logo que cheguei em São Paulo, um hubb de USB e o boneco do Shrek, um personagem de desenho que passei a gostar depois de ler algumas análises sobre o filme, e entender o que está por trás deste desenho, que para a maior parte das pessoas pode parecer uma historinha infantil, mas que na verdade possui muitas detalhes que só os adultos conseguem pescar. Mas, talvez tenha colocado esse boneco só para fazer pose de publicitário, de criativo. rs.

Às vezes fico pensando:  que mesa é essa?  Me imaginando em uma empresa de engenharia ou advocacia com uma mesa dessas.  Mas como sou publicitário, vou aproveitar dessa desculpa para ter uma mesa cheia de bibelôs e coisas divertidas sem ser chamado de infantil (pelo menos pelos meus colegas de trabalho. rs). E como diz o jornalista Salomão Schvartzman sempre diz: ‘E… Seja Feliz!’”

 

Realmente a mesa do Japa combina até com a cor da parede da agência, o que parece meio acidental, mas pelo jeito não é, né? Confesso que uma das coisas que mais gostei foi a tal caixinha com comidinhas. Uma ótima saída para quem não tem gaveta (tipo eu) para deixar tudo mais organizadinho.

 

Japa, valeu pelas fotos, reflexões e explicações (e caronas também, hehe)! Legal ter a mesa de um homem aqui para variar um pouco. :)

 

As fotos foram feitas pelo próprio Alexandre e eu coloquei o filtro Valencia do Instragram.

 

Continue Reading

A Mesa Como Ela É: Ana Carô

A Ana Carol é uma amiga que conheci em uma das agências onde trabalhei. A gente tem um gosto parecido em um montão de coisa e ela é a pessoa que eu conheço que mais sabe achar bacanices. Não é a toa que eu adoro os blogs dela (Futricô e Lindezas).

 

A mesa da Ana tem MUITA coisa legal, então sem mais delongas vamos aos mimos! Primeiro, uma geral da mesa.

 

“Sou meio louca da papelaria e adoro canetas. Comecei só com uma aqui na agência e aos poucos fui aumentando. Ganhei caneca de lembrança do nascimento de uma colega, comprei ovo de páscoa com copo do Bob Esponja e a coleção foi aumentando. O porta lápis de máquina de lavar é meu xodó, um dos melhores brindes que já ganhei.”

 

“Minha mesa sempre tem muita bagunça. Logo que chego tiro todos os anéis e o que tenho no bolso (hoje era o Visa Vale). Também tomei um chá pra esquentar um pouquinho e a caneca ficou o dia todo por aqui por conta da minha preguiça de levar pra cozinha.”

 

“Deixo três papéis grudados no meu computador: recadinhos que os colegas de trabalho deixam na minha mesa toda vez que saio de férias e o telefone do santo taxista que sempre me socorre em dias puxados por aqui.”

 

“O Napoleão foi lembrancinha de um antigo colega de trabalho que voltou de viagem. Acho que já está no topo do meu computador há uns 2 anos e não consigo deixar em outro lugar. Acostumei a trabalhar com ele me ‘olhando’. Hahaha.”

 

“Tenho poucos enfeites na mesa (além daquela Hello Kitty que fica perto das canetas). O menininho foi presente de uma colega de trabalho quando ela saiu daqui, o bebê é a lembrancinha de nascimento de uma das minhas sobrinhas (Surpresa! É uma caneta!) e o gatinho foi presente de uma amiga. Deixo também hidratante de mão, cera para as cutículas e hidratante labial perto do teclado, assim não esqueço de usá-los todo dia. Gosto de ter calendário de papel para consultar e o desse ano achei bem prático: pequeno e fácil de consultar os meses seguintes.”

 

Eu bem vi, ali embiaxo do anel de bigode, o porta port-it que eu dei pra Ana no meu último dia de agência. :)

 

A mesa dela tem tanta caneta que é até difícil acreditar que tudo começou com apenas um modesto exemplar, rs. Lembro uma vez que fui lá para fazer um freela e acabei saindo com uma caneta lindinha que tinha acabado de chegar em uma das encomendas da Ana Carol…ah sim, porque a Ana tem “os dons” de achar muita coisa legal e barata nos sites gringos. Minha “ídola”!

 

E, além disso, eu queria muito conseguir imitar esse hábito ótimo de sempre passar creme nas mãos. Tenho aflição. :/

 

Ana, obrigada por mostrar sua mesa aqui no blog. Não é a toa que ela é cheia de lindezas!

 

As fotos foram tiradas pela própria Ana Carol que já mandou tudo instagramadinho.

Continue Reading

A Mesa Como Ela É: Débora

Jornalista, viajadeira (por prazer e a trabalho), apaixonada por música, melhor amiga. Tô adorando ver que as meninas estão caprichando para mostrar suas mesas. Hoje é a vez da Débora.

 

Ela fez tão direitinho a lição de casa que eu nem tenho muito o que escrever. É a própria Dé quem vai apresentar sua mesa.

 

“Me senti muito metida: cada coisinha é de algum lugar diferente! Hahaha! Juro que a intenção não foi parecer pedante, mas é que eu gosto de deixar as coisas de lugares que significaram muito perto de mim todos os dias.”

 

Vamos às fotos?

 

“Esse é o cantinho da bagunça: folhetos, livros, folhas soltas, blusas de frio, manual de redação da Folha, bloquinhos, tudo junto aí no canto. Ia arrumar pra fazer a foto, mas achei desonesto porque em um dia ele já voltaria a ser bagunçado de novo.”

 

“Antes só tinha o Saci, de São Luiz do Paraitinga (a cidade do Saci, rs). Aí a minha colega se desfez dessa bateria de brinquedo da Pepsi e eu peguei pra mim. Aí aproveitei pra trazer um violão de plástico transparente que eu tenho há um tempão em casa. Pronto, essa é a banda do Saci! :-)”

 

“Eu não tenho moringa como todo mundo que mostrou a mesa no seu blog :-( Eu uso as boas e velhas garrafinhas de plástico mesmo, fazer o quê (fica a dica pra quem quiser me dar uma bonita de presente). As garrafinhas costumam ficar aí, mas tirei pra você ver o porta caneta da Patagônia, minha primeira viagem pro Chile. A caneca que uso para tomar chá é da Austrália, estampada com uns desenhos de pintura rupestre de lá. Quem me deu foi o Edu Vessoni. E o ‘fonão’ do SBT que a Dani, minha chefe, me emprestou já que o meu tá falhando.”

 

“O fundo de tela é uma foto minha do Delta do Parnaíba pra dar uma animada nos dias frios. O monitor fica em cima de dois livros de fotografia daqui da redação: um de Fernando de Noronha e outro de paisagens do Brasil. A verdade não é tão bonita: eles estão aí para deixar o monitor mais alto mesmo rs. E dá-lhe post its espalhadinhos por aí.”

 
“Minha parte preferida. À direita, um postal de Paris que a Maíra me deu, com um textinho lindo atrás. Para melhor visualização clica aqui. Ao lado tem um postal de Sevilha, na Espanha, que eu mesma comprei, com uma foto linda dos pés de uma dançarina de flamenco, grudado no mural com mini-castanholas com ímã, que eu ganhei da Fernanda, uma amiga que morou dois anos na Espanha.
 
Ao lado, mais pra cima, tem uma tirinha da série ‘Quase Nada’, do Fábio Moon e Gabriel Bá, que sempre sai na Folha. Eu gosto dela porque a ‘moral’ da tirinha é ‘A falta de comunicação cria paredes invisíveis’. É tipo um lema que tento seguir e coloquei aqui pra me lembrar todos os dias. Para ver a tirinha melhor, clique aqui.
 
Do lado tem um outro postal, esse de São Luiz do Paraitinga, minha cidade preferida no mundo <3
Por fim, à esquerda de tudo, um último postal, com a foto de uma escultura de um artista israelense que eu amei mas, óbvio, não comprei porque era muito cara. O postal era mais em conta e deixei no mural pra marcar também de alguma forma a viagem mais incrível que eu já fiz (Israel).”
 
 
“Essa foto eu mandei por causa disso aqui. Tá até cortado na foto (à direita), mas é muito bom! Hahaha! Tá em cima do telefone e em cima da banda do saci tem um monte de site/telefone útil do trabalho mesmo.”

 

Para quem está se perguntando, a Dé é jornalista de viagem e por isso tem coisa de tantos lugares diferentes. Como eu já reclamei pessoalmente com ela, faltou alguma coisa dada por mim aí, rs. Mas ela me respondeu com a ótima desculpa que ela não quer correr o risco que roubem as lembracinhas que eu trouxe (ela lembrou de um marca livros do Chile e uma caixinha de fósforos da Argentina, por exemplo, que são fácinhas de sumir).

 

Acho que a Dé tem a mesa do sonho de muita gente: um lugar cheio de lembranças de viagens e de amigos. Eu particularmente amei a banda do Saci (como alguém podia jogar fora aquela mini bateria fofa?) e a foto no fundo de tela, tirada por ela mesma que tem muitas outras fotos animais.

 

Valeu pelas fotos, Dé! Semana que vem é a vez da Ana Carol, venha conhecida aqui do blog.

 

As fotos foram feitas pela própria Débora e eu coloquei o filtro Earlybird do Instragram.

Continue Reading

A Mesa Como Ela É: Natália

A nati é uma amiga de longa data. Publicitária como eu, ela trabalha muito, mas eu prefiro defini-la não pela profissão mas pela pessoa batalhadora, engraçada e queridíssima que ela é.

 

Mas, como eu sei que ela é muito atarefada, fiquei especialmente surpresa e feliz quando ela me mandou as fotos da mesa dela. Achei super fofo ela ter tirado uns minutos da doidera que é seu dia na agência para fotografar suas coisas a meu pedido. <3

 

Vamos então ver a mesa da Nati?

 

“Minha mesa é lindaaaaa. Tem um calendário do pequeno príncipe, pequena sereia, sal grosso, olho grego.”

 

“Detalhe para a mensagem de foca no trabalho!”

“Esqueci, tem uma mala também que gosta de atender o telefone de forma sexy. Hahahaha! Ela senta do meu lado, eu joguei pedra na cruz!”

 

A tal da “mala”, essa loirona do lado esquerdo da foto, é nossa amiga Vanessa (que tá me devendo foto da mesa dela, humpf). Ela é quase irmã da Nati e há alguns meses trabalha com ela. :)

 

E, caso você esteja se perguntando que história é essa de “foca no trabalho”, é a imagem colada lá atrás, na parede. Ela rolou um tempo pela internet e mostra uma foca em uma mesa de escritório com a legenda “Foca no trabalho”. Hahahaha, adoro essa imagem!

 

O calendário do pequeno príncipe é lindo de morrer, não? A mesa da Nati é como ela mesma: uma mistura de graça com graciosidade.

 

As fotos foram feitas pela própria Natália e eu coloquei o filtro Lo-Fi do Instragram.

 
 
Continue Reading

A Mesa Como Ela É: Soraia

Essa mesa tá aqui bem pertinho de mim. Faz umas semaninhas já que eu tô fazendo um trabalho na agência da então vivo dando um pulo na mesa dela para comentar alguma coisa ou chamar para almoçar. A mesa dela é cheia de mimos e, dentre eles, tem um que acho muito inusitado: um jardinzinho japonês. Ótimo já que é justo no trabalho que a gente vive precisando parar um tempinho e buscar uma calmaria no meio do vai e vem da areia.

 

E como diria o moço da Polishop: Mas não é só isso! Eis as outras coisas que fazem parte do dia da Soraia:

 

“Uma geral…”

 

“Jardim Zen… Que veio de amostra para algum brinde e acabou ficando por aqui, para acalmar quem vier trazer job.”

 

“Porta lápis em formato de copo amassado! Ahhh não estranhe um pincel de Blush. É para tirar o pó do teclado.”

 

“Meu cheirinho de prosperidade… Pros dias que a agência tá cheirando respiração. Ecat! No fundo, minha moringa com um copo personalizado”

 

“Brinquedinhos. Só pra dar um pouco de graça. A maioria é do Kinder Ovo que eu mesma comi durante os almoços. Mas alguns foram presentinhos. Quando o pessoal traz os filhos, minha mesa é a favorita!”

 

“Pensa na situação e abre…Sempre vem algo bom. Pra refletir, essencial para momentos de pânico.”

 

O que eu gosto na mesa da Sô é que tem uma preocupação legal com o bem-estar. Tem cheirinho, tem livrinho de sabedoria, jardinzinho zen…às vezes a gente esquece que aquele é o lugar onde a gente passa a maior parte do dia e que, portanto, ele não deve ser só prático mas também trazer algum bem-estar, um conforto.

 

E, o pincel de blush para limpar o teclado…AMEI. Como não pensei nisso antes? É genial! E eu odeio teclado sujo. Tchau, tô indo comprar o meu.

 

Sô, valeu por dividir sua mesa e todos os mimos dela. :)

 

As fotos foram feitas pela própria Soraia e eu coloquei o filtro Rise do Instragram.

 
Continue Reading

A Mesa Como Ela É: Maíra

Semana passada eu tava observando as mesas da agência onde estou trabalhando e fiquei pensando no meu Home Office. Já falei dele várias vezes, mas hoje ele tá bem diferente das fotos de quando eu o montei. Claro que só quando a vida real chega, cheia de trabalho, referências, papéis e necessidades, é que seu cantinho toma forma de verdade. E essa forma nem sempre é tão glamurosa. Mas ela é o seu dia-a-dia. Ela reflete um pouco de quem você é e, com certeza, mostra muito do seu trabalho e da sua rotina.

 

Então tive a ideia de fazer uma série aqui no blog apenas com postagem de mesas reais de trabalho. Vou começar mostrando as das amigas e partir para a de colegas e quem sabe até de desconhecidos que estejam dispostos a dividir comigo (e com quem lê o blog) como é sua paisagem cotidiana.

 

Sem precisar arrumar (quem quiser pode arrumar, rs), sem ter que esconder os papéis ou trocar as coisas de lugar. Somente a mesa, como ela é.

 

A primeira amiga que mandou foto, respondendo meu pedido de ajuda via e-mail, foi a Maíra de Oliveira que é produtora gráfica e trabalha na ABTG. A Maíra trabalha com a atualização do manual de regras da categoria (certo, Má?) e, portanto, não é de se admirar que ela esteja sempre nadando em volta de papéis e mais papéis. Mas ali no meio do trabalho, tem algumas coisinhas que mostram que essa mesa não é de qualquer pessoa. Essa mesa é da Maíra.

 

“A primeira é uma ‘panorâmica’ do todo. Depois tem o cupcake – porta fotos; um “post-it” de borracha, onde dá pra escrever a caneta e apagar depois e duas caixinhas feitas de origami (com papel de revista) onde eu guardo clips e afins. Dentro da caixinha tem uma porta-post-it floridinho, fofo!”

 

Essa foto, minha da Má e da Dé, é uma das que eu mais gosto de nós três. Adorei o tal post-it de borracha que eu nunca tinha ouvido falar e que gera uma bela economia de papeizinhos amarelos, rs. Já o porta post-it eu amo tanto que tenho três: um de oncinha, um estampadão colorido e um de um ex-cliente (que fez o tal negócio por conta de uma sugestão da agência, baseada justamente no meu de oncinha).

 

Má, valeu por dividir sua mesa por aqui. Amigas que ainda não receberam meu e-mail pedindo fotos de seus offices, aguardem. Vou fazer por levas. ;)

 

As fotos foram feitas pela própria Maíra e eu coloquei o filtro Hefe do Instragram.

Continue Reading