Absolut Inn Bar

Quinta-feira passada eu, Sô e Paulinha resolvemos conhecer o Pop Up Bar da Absolut ali na Oscar Freire. Como o conceito Pop Up já diz, o Absolut Inn tem a  proposta de ficar aberto apenas por um curto período de tempo. Isso é legal pois torna a experiência da visitação meio única e agrega bastante para a marca. Confesso que eu nem estava sabendo do tal bar (divulgação fraca ou eu que estava desligada?) mas a Paulinha propôs irmos lá e nós fomos conhecer.

foto 4

foto 5

 

O espaço é bem legal, com três andares divididos entre uma espécie de lounge, um espaço para palestras (no dia que estivemos lá a escola de criatividade Perestroika ocupava essa parte) que mais tarde vira uma pista de dança, uma mini livraria, uma galeria de edições limitadas da bebida e um restaurante.

 

Nós ficamos no lounge e durante boa parte do tempo o local ficou bem tranquilo, quase vazio. Nessa área, as paredes são iluminadas com projeções coloridas e é possível interagir com vários iPads que ficam no encosto dos sofás.

foto 1

foto 5

foto 4

 

O cardápio fecha bem a proposta Absolut e só possui drinks feitos com Vodka. Nem cerveja não tem. Os coquetéis por sua vez são bem variados, já que o menú possui mais de 50 opções deles (20 criados espcialmente pela mixologista Dulce Santos).

 

Eu tomei um Absolut Madonna, que tinha suco de Cramberry, a Sô tomou um Äpplet, que era uma espécie de Apple Martini e a Paulinha tomou o Kinkan que vinha com Absolut Mango, sorbet de limão e laranja. Esse último é, segundo a garçonete, um dos drinks mais pedidos de lá. Deve ser mesmo, pois no site tem até um vídeo ensinando como prepará-lo.

 

Absolut Madonna
Absolut Madonna

 

Applet
Applet

 

A Sô também pediu a degustação que vem com quatro shots de vodka a sua escolha. Ela foi de: Citron, Açai, Mango e Apeach.

Shots, by Soraia Tetamanti.
Shots, by Soraia Tetamanti.

 

Já o cardápio de comida não é extenso, porém é bem diferente, tendo algumas receitas de Wantan (um tipo de massa chinesa recheada que pode ser cozinha ou frita. No Absolut Inn, as trouxinhas são fritas), Ceviche e combinações inusitadas como atum ao molho de capim santo, por exemplo. Eu ia experimentar o Ceviche, mas quando fomos perdir (às 23h30), descobrimos que a cozinha havia fechado às 22h! Achei cedo demais e acabamos tendo que comer em outro lugar depois de sairmos de lá.

 

O atendimento é muito bom, feito por jovens comunicativos e super descolados que dão dicas na hora da escolha do drink e atendem com muito alto-astral (me sinto velha usando essa expressão mas não achei outra, rs).

 

Moral da história: achei que vale a pena conhecer pela proposta única. Não sou muito fã de vodka, mas mesmo assim curti o lugar. No fim da noite o bar encheu, a música aumentou de volume e o clima de balada se instalou.

 

Como eu pedi só um drink, que custava R$12,00, a conta saiu em R$13,20 para mim. Isso porque eu só aguentei tomar um mesmo já que, como disse, não sou fã de vodka. As bebidas vão de R$12,00 a R$22,00 e uma água lembro custar R$5,00. A comida girava em torno dos R$23,00.

 

Ah, o Absolut Inn só fica aberto até o dia 15 de dezembro de 2012.

 

Endereço:
Rua Oscar Freire, 565 – São Paulo / SP
Telefone:
11 3082.1811
Horário de funcionamento:
Quinta à sábado das 18h às 2h (entrada até a 1h) e domingos das 18h à 0h. Até as 21h não paga para entrar. A partir desse horário a consumação mínima é de R$30,00.
 

Posts Relacionados

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *