30 antes dos 30 – Leitura | Os Delírios de Consumo de Becky Bloom

Antes demais nada, vamos lá: eu gosto de coisas. Isso acho que está claro, né? Apesar de ter mudado bastante no quesito consumo nos últimos anos, eu ainda gosto muito de me dar coisas bacanas. Eis esse blog que não me deixa mentir, já que ele gira em torno de coisas que acho legais, muitas delas objetos ou, mais praticamente falando, itens de consumo. Até na minha bio me coloco como gastadeira, mas veja bem, gasto o que tenho, jamais o que eu não tenho. Dito isso, vamos à minha experiência lendo o mais famoso livro de Sophie Kinsella: Os Delírios de Consumo de Becky Bloom.

img_livro_delirios

Eu juro que achei que ia achar o livro divertidinho, leve, bacana, engraçado… mas, no fim, me peguei a maior parte do tempo me sentindo aborrecida. Apesar de eu gostar muito de comprar coisinhas bacanas e até roupas, eu gosto, antes de mais nada, de ser uma pessoa correta, sem dívidas não pagas. E foi aí que meu santo não bateu nadinha com o da personagem principal, a tal da Rebeca Bloom, jornalista financeira que odeia seu emprego e mal sabe nada sobre ele e que está atolada em dívidas, o que não a impede de comprar mais e mais coisas.

A verdade é que eu odiei a personagem: ela é uma mentirosa patológica, irresponsável e, em mais de um momento do livro, interesseira. Ela recebe avisos do banco e simplesmente joga fora sem ler, inventa histórias até em momentos em que se sairia melhor contando a verdade e passa o livro inteiro sonhando com uma solução que caia do céu.

A história do livro é basicamente sobre como ela tem essas dívidas e como tenta sair delas, primeiro tentando conter gastos, depois tentando ganhar mais dinheiro, tudo isso enquanto foge do gerente do banco e se aproxima de um figurão do mercado financeiro de quem a princípio ela não gosta, mas por quem aos poucos vai ficando interessada.

Ai gente, eu sou muito certinha com pagamentos, planilho tudo o que eu gasto e pra mim foi um pouco torturante ver como Becky lida com o dinheiro e com sua vida, hahaha! O livro é fácil de ler, mas eu achei a moça tão antipática que não consegui me envolver. Se você tem toc financeiro como eu, talvez esse não seja o livro para você. Eu ainda veria o filme, mas tô avaliando se vou ou não me meter a ler os próximos livros. Por um lado poderia tirar a impressão desse mas, por outro, posso criar ainda mais antipatia pela personagem. Aguardemos cenas dos próximos capítulos.

30 antes dos 30 2

O 30 antes dos 30 é uma lista com 30 coisas que quero fazer antes de completar 30 anos. Uma delas é ter lido pelo menos 200 livros até lá. No momento faltam 354 dias para a chegada dos trintão e eu já li 140 livros. Quer saber o que tem no resto da lista? Ela está completinha aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *